Respiração Holoscópica

jornada_holoscopica_portugal

 Como costumo dizer, dispensa qualquer apresentação para quem já a fez. O impacto da primeira respiração holoscópica na nossa pele, na nossa vida, fica gravado.

Seja porque vimos, sentimos, atravessámos partes mais profundas de nós mesmas, seja porque nos reconhecemos nessa dimensão transpessoal e eterna de simplesmente SER.

O que é? E porque algo tão simples tem um efeito tão transformador?

As respirações catárticas são tão antigas como a história do homem. Processos de limpeza, mudanças de estações, iniciações de ciclos de vida, etc. A respiração catártica permitia uma limpeza física e emocional. Para além disso, era porta de entrada com o “mundo invisível”, desde os fantasmas internos que nos acompanham até ao mais magnífico de nós. à união plena com “o que há” e “o que é”.

Hoje, não mudou assim tanto. A respiração holoscópica vai permitir uma oxigenação acelerada do cérebro e de todo o corpo. Entre o rompimento de bloqueios emocionais que nos habitam há anos, permite-nos – se nos permitirmos – o acesso a estados alterados de consciência.

Sempre com total segurança, observação e nós mesmos e sabedoria interna desperta.

Diz-se que substitui anos de terapia.

Certamente, aumenta a nossa visão do mundo.

Para quem já fez, nunca temos a mesma experiência. Para quem não fez, algo a – definitivamente – não perder.

Sábado, dia 28.